You are currently viewing Sr. Ego T2 ep.5 – Ego inteligente é altruísta

Sr. Ego T2 ep.5 – Ego inteligente é altruísta

Ego que é ego é egoísta. Ou seja, defende os seus interesses com unhas e dentes e acha-se o mais importante do mundo. A maioria dos egos, porém, não tem lata de o dizer e, quando o vê assim escarrapachado em algum sítio, acanha-se.

Não obstante, quando tem que escolher entre servir-se ou servir os outros, ego que é ego coloca-se sempre em primeiro lugar. Tacitamente defende os seus interesses acima de todos os outros porque é sempre, para si próprio, a pessoa mais importante do mundo.

Mas pare um pouco para pensar: que outra pessoa estará de acordo que os seus interesses são a coisinha mais importante deste mundo? Provavelmente nem mesmo a sua mãe. Não admira que estejamos rodeados de conflitos.

Por isso, ego que é ego acha o altruísmo muito bonito – nos outros. Se eles fossem mais altruístas poderiam finalmente reconhecer como os seus interesses são mais importantes que os deles! Mas para si próprio, ego que é ego, acha que tem tudo a perder em ser altruísta. O quê, pôr os outros em primeiro lugar?! Ser totó? E a mim quem me defende, então?

Alguns egos, mais manhosos, descobriram como ajudar os outros os faz sentir bem. E então – ó balha-me Deus! – praticam o egotruísmo, ou seja uma forma de retirarem dividendos do facto de, aparentemente, darem a primazia aos outros. Conhecem aquelas pessoas que querem tanto ajudar que se infiltram até onde não são desejadas? Que se sacrificam pelos outros, mesmo que eles não queiram e depois cobram? São egotruístas.

A proposta budista – deveria dizer apenas saudável, talvez – é diferente. Nada de dramas nem de abnegações: ninguém é mais importante que ninguém. Todos queremos sentir-nos bem, todos temos igual direito a isso. Não preciso negar-me, não preciso sacrificar-me. Apenas ponderar, em cada escolha que faço, o que é melhor para todos. E repare: se é melhor para todos, será forçosamente melhor para mim também, não é? Já alguma vez pensou que poderia apenas ser uma forma bem mais prática e saudável de viver?

Como diz o Dalai Lama: o egoísta estúpido é simplesmente egoísta; o egoísta inteligente é altruísta.

Nem mais.

This Post Has One Comment

  1. Milay

    Difícil… difícil e portanto o melhor é simplificar. Mente aberta, coração no alto e não tropeçar em cascas de banana. Tropeçando, erguer-se e limpar as solas. Todos os dias, descondicionar-se como quem toma um duche e seguir com profundidade e honestidade. Obrigada Tséring

Deixe uma resposta