You are currently viewing Meditação – experimente!

Meditação – experimente!

Meditar é treinarmo-nos a deslocar a nossa atenção do pensamento para algo que esteja a ocorrer aqui e agora. Pode ser um objeto exterior como a chama de uma vela, uma flor ou uma imagem; a perceção dos sons que nos rodeiam ou podem ser as sensações físicas que estamos a experimentar. Uma das técnicas mais usadas é a observação da própria respiração.

O que fazemos é observar esse objeto, interior ou exterior. Mas observar não é comentar: “A vela está quase a acabar”; “O vizinho de baixo chegou a casa”; “Tenho a perna dormente”. Observar é pousar a atenção, ficar plenamente consciente, sentir a respiração, ouvir os sons, ver a forma.

Obviamente, os pensamentos interrompem-nos constantemente e, pela força do hábito, vamos atrás deles. Sempre que dermos conta disso voltamos ao objeto da nossa observação. É claro que a meditação não é uma luta contra os pensamentos e trazermos a atenção de volta não é um braço de ferro. Imagine que, de repente, se apercebe que anda pela casa com uma mochila pesada às costas. Não precisa de lutar contra ela: basta pousá-la. Quando traz a atenção de volta faz algo semelhante: abre mão do pensamento e relaxa.

Se sentir muita tensão, provavelmente, é porque está a lutar contra os pensamentos e sente-se irritado por não conseguir permanecer atento. Relaxe então, faça uma breve pausa. Fazer uma pausa não se trata de levantar-se para ir fazer um chá e ver se chegou um e-mail. Fazer uma pausa é apenas relaxar, deixar o espírito correr, esticar as pernas ou fazer alguns movimentos lentos. De início, a estabilidade da atenção é muito frágil pelo que, o mais pequeno movimento, pode gerar turbulência mental. Evite fazer pausas muito longas que deem liberdade à mente para se envolver numa cadeia de pensamentos. Um minuto é mais do que suficiente.

A meditação é um elemento essencial para uma vida plena, consciente e feliz. Cada vez mais pessoas comprovam diariamente os benefícios resultantes de se sentarem alguns minutos por dia e relaxarem, pousando-se para usufruir do momento presente.

A dificuldade costuma ser a regularidade e a disciplina… Muitas pessoas têm dificuldade em estabelecer um momento e em não se perderem nos pensamentos. Assim, em resposta a múltiplos pedidos, gravei algumas meditações dirigidas que vão desde as meditações de  mais simples de 5min. até a meditações com visualização.

Experimente uma meditação dirigida sobre a respiração – são apenas cinco minutos! Toda a gente tem cinco minutos:

Se quiser mais informações sobre as meditações dirigidas clique aqui

This Post Has 3 Comments

  1. cristina novais

    Bom dia Tsering Neste momento encrontro me na Suiça , cidade de Geneve.Gostaria por favor que me aconselha se um centro Budista aqui na cidade que pudesse frequentar.Tenho saudades do vosso centro ai que frequentei com muito prazer .Muito grata pela sua indicaçao. Namaste Cristina N.

    Envoyé depuis mon appareil mobile Samsung.

Deixe uma resposta