meditação

A vida é um sonho

Estamos tão presos na nossa teia espácio-temporal que todas as nossas experiências ou momentos conscientes são sempre referenciados. Isto passou-se depois daquilo; desloquei-me daqui para ali; estou a Norte ou a Sul; antes ou depois.

Porém, às vezes, de manhã ao acordar, no instante em que ainda temos os olhos fechados, não sabemos onde estamos, que dia é, que mês, que ano. Quando estamos a meditar, e mergulhamos um pouco mais na experiência do momento, essas referências dissolvem-se, deixando-nos mais livres. Afinal, a única coisa que existe, é o fluxo da experiência.

E assim, a vida é como um sonho…