Reflexões pessoais sobre várias coisas

Insustentável ternura

Escrevo Sobre as tuas mãos abertas Hoje cheias de força para agarrar o mundo Escrevo Sobre os teus olhos bons Pousados sobre mim Como dois pássaros tristes

0 Comments

Sr. Ego T3 Ep.7 – Agarre a batata quente

De vez em quando uma batata quente vem parar ao nosso colo. Instintivamente, procuramos de imediato a quem podemos passá-la; o mesmo faz o próximo e o outro a seguir. Às vezes penso que muito do sofrimento do samsara é uma batata quente que, desde tempos imemoriais, anda de mão em mão sem nunca arrefecer.

0 Comments

Sr. Ego – T3 ep 6 – Quem não sente não é filho de boa gente

Se há coisa que o Sr. Ego detesta é sentir-se vulnerável. Vulnerável é o mesmo, para ele, do que fraco, exposto, passível de ser humilhado a qualquer momento. Ele que se abotoa de sobretudos desnecessários e armaduras enferrujadas e quer – sempre – ter razão e levar a melhor, não suporta abrir mão da sua parafernália e sentir aquele ponto sensível, quase doloroso, bem no centro do coração.

0 Comments

Sr. Ego T3 ep.3 – Pode ser para seu bem

Um rei tinha um vizir muito sábio, cujo sentido de justiça era muito apreciado pelo povo. Muita gente o procurava para pedir conselhos que ele dava com bondade e bom-senso. Um, particularmente, era fatídico, fosse qual fosse a situação: “Lembre-se que pode ter sido para seu bem!”.

0 Comments

Sr. Ego T3 ep.2 – Há mais vida para além do ego

Embora às vezes tenhamos a sensação de que não conseguimos escapar ao ego, a verdade é que a natureza de Buda está sempre por perto – ou não fosse ela a própria natureza do espírito quando não está poluído nem alterado. A dificuldade, ó balha-me Deus, é que ele está quase sempre poluído, alterado e tenso.

4 Comments

Sr. Ego T2 ep.6 – A tragédia humana

Quer seja no domínio familiar ou profissional, todos os egos têm a tentação de manipular os outros, usar a força, o dinheiro, a influência ou a chantagem emocional para fazer com que se verguem à nossa vontade e preencham o nosso vazio com a sua atenção e energia.

0 Comments

Sr. Ego T2 ep.4 – Mea culpa… mea culpa

A culpabilidade exagerada, quase patológica, é uma das grandes pragas do Ocidente. Saber que o que fazemos “é mal”, no sentido em que pode magoar ou prejudicar alguém, é normal e desejável. Ter uma noção do que é justo e injusto é indispensável. Mas, por vezes, isso vai longe demais.

2 Comments